Rosas fincadas na praia de Copacabana
Reprodução
Rosas fincadas na praia de Copacabana

A praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, recebeu 500 rosas — que foram fincadas na areia— para homenagear as  500 mil vítimas da Covid-19 no Brasil. A ação foi idealizada pela  ONG Rio de Paz  em parceria com o Departamento de Informação Pública da ONU (Organizações das Nações Unidas).

Segundo a organização, as rosas representam “a solidariedade às famílias enlutadas vítimas dessa crise sanitária provocada pelo coronavírus”.

Em nota, o líder da Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, disse que o  comportamento do presidente Jair Bolsonaro na condução da pandemia é "criminoso e execrável".

"[Bolsonaro] participou de manifestações antidemocráticas que violaram todas as normas sanitárias. Desacreditou a campanha de vacinação em massa e desestimulou o uso de máscara. Aprofundou a crise econômica em razão da lentidão da campanha de vacinação em massa. Fez piada com a pandemia, jamais demonstrou compaixão pelas famílias enlutadas e chamou de marica quem observou normas sanitárias a fim de evitar o risco de contaminação."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários