Falso médico de jaleco branco teria feito aproximadamente 3 mil atendimento na ala de pacientes com Covid-19
Reprodução
Falso médico de jaleco branco teria feito aproximadamente 3 mil atendimento na ala de pacientes com Covid-19

Na última terça-feira (18), foi preso em flagrante um falso médico que atendia na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) de Realengo , na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo investigações, ele atuava, ilegalmente , na ala de pacientes com Covid-19  desde janeiro deste ano e, no período, teria realizado aproximadamente 3 mil atendimentos .

Itamberg Oliveira Saldanha , de 31 anos, estava na unidade de saúde quando foi detido por policiais civis. Por estar atuando na UPA, ele chegou a ser vacinado contra a Covid-19. Conforme o jornal Extra , ele ganhou em salários cerca de R$ 100 mil nos cinco primeiros meses de 2021.

Os investigadores apreenderam na UPA um carimbo com dados do médico Álvaro Pereira de Carvalho, que era registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM) e tinha as informações usadas ilegalmente por Itamberg. Além do carimbo, um  atestado de óbito assinado pelo falso médico foi apreendido pelos policiais.

As investigações indicam que o suspeito utilizou o nome e o CRM do médico verdadeiro para conseguir a contratação na UPA. O caso começou a ser apurado quando Álvaro tentou se imunizar contra a Covid, mas não conseguiu pois constava no cadastro que ele já tinha se vacinado.

Quando foi detido, Itamberg contou que cursou até o 6º período de medicina , mas não concluiu a graduação. O inquérito será concluído e o falso médico pode responder pelos crimes de tentativa de estelionato, falsidade ideológica e exerício ilegal da profissão da medicina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários