Braga Netto foi citado por todos os depoentes da comissão na última semana
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Braga Netto foi citado por todos os depoentes da comissão na última semana

Já há um novo nome que está na mira dos senadores integrantes da CPI da Covid . Trata-se do ministro da Defesa, Walter Braga Netto. Mais um militar que esteve envolvido nos momentos tidos como 'decisivos' no combate a pandemia. As informações são da jornalista Bela Megale.

Antônio Barra Torres, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), depôs à comissão de inquérito na última semana e mencionou o nome do General ao citar os envolvidos na reunião que tratou da mudança da bula da ' cloroquina ' para que o medicamento pudesse ser utilizado oficialmente como tratamento contra o covid-19.

Fábio Wajngarten, ex-secretário da Presidência, e Carlos Murillo, presidente da Pfizer no Brasil, também citaram Braga Netto ao citar os destinatários da carta enviada pela farmacêutica norte-americana. O documento oferecia a compra preferencial de vacinas contra o novo coronavírus para o Brasil. Nos dois momentos, o militar ocupava o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.


Não obstante, o general chefiou um "Gabinete de Crise" que foi criado desde o início da pandemia. O conselho tinha como objetivo articular e monitorar ações interministeriais de combate ao novo coronavírus. Senadores avaliam que o ' gabinete ' sequer entregou resultados efetivos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários