Entre as 29 mortes, destaca-se a de um homem sem arma e sentado em cadeira de plástico
Reprodução/Twitter
Entre as 29 mortes, destaca-se a de um homem sem arma e sentado em cadeira de plástico

Após a divulgação dos registros de ocorrência da operação policial mais violenta da história do Rio de Janeiro , e que resultou em 29 mortes, foi possível identificar que os óbitos ocorreram em 12 pontos diferentes na comunidade do Jacarezinho. Entre elas, foi possível identificar o óbito de um homem desarmado e sentado em uma cadeira de plástico. As informações são do jornal A Folha de S.Paulo.

Defensores públicos e membros de organizações dos direitos humanos ressaltaram que, nos dados policiais, não há a identificação da vítima, que foi encontrada por dois policiais após uma troca de tiros. O advogado Joel Luiz da Costa, morador local, alega tratar-se de uma 'execução extralegal'.

De acordo com o resumo da ocorrência, os agentes policiais avistaram "um elemento com ferimentos de arma de fogo sentado em uma cadeira , o qual socorreu para o Hospital Municipal Souza Aguiar". Não há nenhuma menção a armas de fogo encontradas no local.


A Defensoria Pública do Rio de Janeiro ressaltou que, o ato da polícia em retirar o corpo do local e levá-lo ao hospital, impediu que a perícia fosse realizada no local a fim de auxiliar nas investigações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários