Ex-enteados de Dr. Jairinho relatam torturas sofridas pelo vereador
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Ex-enteados de Dr. Jairinho relatam torturas sofridas pelo vereador

Os filhos de uma ex-namorada de  Dr. Jairinho prestaram depoimentos na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) e relataram como sofriam agressões pelo vereador do Rio de Janeiro. As investigações se iniciaram a pedido do delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª Delegacia de Polícia da Barra de Tijuca. As informações são do jornal Extra .

De acordo com os ex-enteados, suas cabeças eram frequentemente batidas contra a parede de um box ou seus corpos pisados enquanto a boca era tapada com pano e papel.

A DCAV ouviu primeiro a filha de uma cabeleireira que se relacionou com Jairinho de 2010 até 2014. Hoje, a criança possui 13 anos e, à época, teve sua cabeça batida contra a parede dentro do box de um dos banheiros da sua casa. Em outra oportunidade, o vereador havia pisado nela.

A avó da garota também prestou depoimento e relatou que, quando Jairinho foi questionado sobre os machucados na testa da neta, o vereador disse que a criança havia batido a cabeça após uma freada brusca de carro.

Você viu?

Em determinado momento, a criança precisou imobilizar o braço por conta de uma lesão. Jairinho alegou que o acidente teria acontecido numa aula de judô. O professor da arte marcial nega a acusação.

A segunda criança ouvida pela delegacia foi o filho de uma estudante que se relacionou com Jairinho em 2014. Hoje com 8 anos, o garoto disse que o vereador o obrigou a deitar no sofá com um pano na sua boca e que o político o pisoteou em seguida.

A mãe da criança contou a 16ª DP que o filho havia quebrado uma perna num passeio com Jairinho, onde os dois estavam a sós.


Jairinho, que está preso desde o último dia 08 de abril, foi encaminhado a um espaço de uso coletivo na prisão, ou seja, deixou de ficar isolado no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira e agora passa a frequentar as áreas comuns do presídio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários