Roseli Bispo foi assassinada em vagão de metrô a golpes de marreta
Reprodução
Roseli Bispo foi assassinada em vagão de metrô a golpes de marreta

Thiago Bispo, 21 anos, filho da doméstica Roseli Dias Bispo, 46, morta após ser agredida com uma marreta dentro de um vagão de metrô em São Paulo , diz não ter palavras para descrever a dor que sente. Segundo Thiago, a mãe estava indo trabalhar quando foi atacada por um desconhecido.

"Nesse mesmo horário ela sempre passava por essa linha (...) minha mãe é tudo para mim. Não tenho o que descrever sobre ela. Perder uma mãe não é fácil, não tenho explicação para a dor que estou sentindo", lamentou o jovem ao UOL .

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o crime ocorreu em um vagão que se encontrava na estação Sé que partia em direção ao Tucuruvi, na linha 1-azul.

De acordo com uma testemunha do caso, o agressor estava de pé quando atacou a vítima, que estava sentada. O homem disse à polícia que toma remédios e que ouve vozes. Além da marreta que foi usada no momento do crime, a polícia também apreendeu uma faca que estava com o suspeito.

O homem, de 55 anos, não teve sua identidade revelada. Segundo a SSP, ee foi autuado em flagrante e está internado sobre escolta policial. "Assim que tiver alta, será encaminhado à unidade policial para posterior encaminhamento ao sistema carcerário", disse a SSP.

* Com informações do Uol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários