Empreendedora Evelyn Daisy, Adriana Barbosa e Lara Barreto
Reprodução/ Podcast Último Segundo
Empreendedora Evelyn Daisy, Adriana Barbosa e Lara Barreto

Em março de 2020, a OMS decretou pandemia mundial devido à proliferação do novo coronavírus e o planeta teve que encontrar maneiras de sobreviver diante desse novo cenário. Aqui no Brasil , a primeira vítima de Covid-19 foi uma empregada doméstica, no Rio de Janeiro e com isso, é importante ressaltar as dificuldades encontradas pelas mulheres pretas em tempos de pandemia .

Com as dificuldades impostas pelo novo coronavírus, as mulheres tiveram suas dificuldades da rotina agravados e quando se fala na mulher preta, as dificuldades são dobradas. A pandemia aumentou a jornada de trabalho de muitas delas, seja o doméstico ou o profissional. Grande parte dessas mulheres ocupam cargos de empregadas domésticas, babás, profissionais de saúde na linha de frente e entre outros.

Com isso, a taxa de desemprego, baixas oportunidades e condições de trabalho caiu sob essa parte da população. O iG conversou com mulheres empreendedoras pretas para debater um pouco sobre as dificuldades encontradas e enfrentadas por elas atualmente. 

Confira nosso podcast: 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários