CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan com IFA vindo da China
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan com IFA vindo da China

Cidades do Rio de Janeiro afirmam ter recebido frascos da CoronaVac com menos doses do que diz o Instituto Butantan . Segundo os cientistas, cada frasco deve render 10 doses, mas um suposto erro no processo de envasamento, alguns deles distribuídos pelo Brasil entre março e abril não tinham quantidade de mililitros suficientes.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, as cidades de Macaé, no Norte Fluminense, e Araruama, na Região dos Lagos, já notificaram a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sobre o erro. Outras cidades também podem ter recebido doses a menos.

"Por todo o país há notificações ao sistema do Ministério da Saúde de frascos que apresentam menos doses que o descrito na sua bula. É um processo de farmacovigilância que o Estado acompanha, mas efetivamente o que ocorre é a interlocução da Anvisa e Ministério da Saúde com o fabricante, para a avaliação e correção necessárias", afirmou Chaves.

Em nota, a Anvisa confirmou que "observou um aumento de queixas técnicas relacionadas à redução de volume nas ampolas da vacina", e que "estes relatos estão sendo investigados com prioridade".

A agência também disse que "estes eventos são considerados de baixo risco, por não haver risco de óbito, de causar agravo permanente e nem temporário. No entanto, todas as hipóteses estão sendo avaliadas para que se verifique a origem do problema e não haja prejuízos à vacinação em curso no país".

A orientação do Ministério da Saúde é que, em caso de erro, o município registre nos formulários técnicos o número dos lotes e a quantidade de doses insuficientes que foram observadas.

No caso da Coronavac, cada frasco possui, nominalmente, 10 doses de 0,5 ml. O líquido é envasado um volume maior, de 6,2 ml, "seguindo boas práticas de fabricação", de acordo com o instituto. Esse volume extra, segundo o Butantan, pode render até duas doses a mais, se for corretamente retirado pelo profissional de saúde com agulhas mais finas, por exemplo, o que pode ajudar a evitar o desperdício.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários