Sri Prem Baba perde processo de danos morais contra Editora Globo
Reprodução
Sri Prem Baba perde processo de danos morais contra Editora Globo

Janderson Fernandes de Oliveira, mais conhecido como Sri Prem Baba , perdeu um processo de danos morais realizado contra a Editora Globo e teve seu pedido de  indenização negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. As informações são do jornalista Rogério Gentile .

A revista Época publicou a reportagem "A Ciranda de Sexo, Dinheiro e Mentiras de Prem Baba", que relatava a acusação de abuso sexual que três mulheres realizaram contra o líder religioso hinduísta e acusava Prem Baba de se aproveitar da boa vontade de uma comunidade para promover seu enriquecimento .

A acusação disse que o texto trouxe afirmações ofensivas e, " de modo irresponsável e sensacionalista ", danificou a sua imagem e honra. "Não pode o Sri Prem Baba, pessoa honesta e proba, reconhecida internacionalmente pelo excelente trabalho, ser exposto à sociedade como um criminoso", disse Renato Opice Blum, advogado de Prem Baba.

O que a Prem Baba requeria?

A ação tinha como indenização um "valor simbólico de R$20 mil ", além da remoçao da reportagem e uma retificação dos envolvidos.

A Época argumentou que a reportagem foi cautelosa e que narrou as acusações de mulheres que foram antigas seguidoras de Prem Baba. André Cid de Oliveira, advogado da revista, reiterou que "trata-se de um episódio de relevante interesse público".


O relator do processo no Tribunal de Justiça de São Paulo, Erickson Gavazza Marques, sentenciou que, mesmo que a reportagem possa ter causado um incômodo líder religioso, " não houve abuso do direito de manifestação". A decisão ainda é passível de recurso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários