Jairinho foi expulso do partido Solidariedade
Reprodução
Jairinho foi expulso do partido Solidariedade

Nesta quinta-feira (08), no Rio de Janeiro , o partido Solidariedade expulsou o vereador Dr.Jairinho, após político ser considerado um dos principais suspeitos do duplo assassinato qualificado do menino Henry Borel, de quatro anos. Pela manhã, partido havia notificado sobre o afastamento de Jairinho . Vereador e esposa, Monique Medeiros foram presos pela manhã desta quinta. As informações foram apuradas pelo Uol. 

"Foi encaminhado ao Conselho de Ética do partido um pedido de expulsão sumária do vereador Dr Jairinho, solicitado pela Comissão Executiva Nacional do Solidariedade. O vereador já estava afastado e licenciado do partido antes do anúncio de sua prisão realizada nesta quinta-feira (8)", conta nota.

Paulinho da Força , presidente nacional do partido assinou documento em que pede pela exclusão de Jairinho. Através de nota, ele diz: "como pai de 5 filhos, sendo dois ainda crianças, e avô de 4 netos, repúdio qualquer tipo de violência contra crianças e adolescentes. Espero que os fatos sejam apurados e esclarecidos o mais rápido possível. A sociedade merece essa resposta”.

Também por essa manhã, a Câmara dos Vereadores suspendeu remuneração de Jairinho depois que a prisão foi decretada. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários