4.195 mortes por Covid-19 em 24 horas: Brasil segue batendo recordes negativos na gestão da pandemia
Sandro Pereira/Fotoarena/Agência O Globo
4.195 mortes por Covid-19 em 24 horas: Brasil segue batendo recordes negativos na gestão da pandemia

O Brasil registrou, nesta terça-feira, um novo recorde negativo na gestão da pandemia. Pela primeira vez, o número de mortos em 24 horas ultrapassou a casa dos 4 mil : 4.195 , segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

No pior dia da pandemia no Brasil desde a chegada do vírus em março do ano passado, políticos se manifestaram nas redes sociais de maneira crítica à maneira como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conduz o país diante da crise sanitária.

"4195 mortes. E ainda tem gente que acredita em cloroquina, ivermectina, comunismo e assombração. Os números só refletem a gestão desta pandemia. Meus sentimentos, mais uma vez, a todos os familiares e amigos que perderam um ente querido", disse o deputado fededal e ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

O deputado Marcelo Freixo (PSOL) , disse que o país vive dois recordes: de mortes e da fome. "É isso que Jair Bolsonaro tem a oferecer ao Brasil", disse o parlamentar.

Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, lamentou o recorde de mortes e a longa reunião com a Anvisa sobre vacinas que terminou sem definição. "4.195 mortes. Enquanto isso, a ANVISA nos chamou para uma reunião sobre vacinas, que já dura 3 horas, para dizer que precisam ir à Rússia para avaliar pedido de autorização de importação de vacinas feito pelos Estados. Chega a ser inacreditável."

Você viu?

"4195 mortes hoje. 330 mil no total. E daí? Ele não é coveiro", disse o deputado Arthur do Va l (Patriotas), que apoiou Bolsonaro durante a campanha do então candidato em 2018.

Guilherme Boulos (PSOL), cobrou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-TO), pela abertura de um processo de impeachment. "Quantas mortes ainda faltam", questionou. 

A deputada federal Maria do Rosário (PT) denunciou o "descaso" do presidente: "Mais um dia de tristeza no Brasil: 4195 mortes por Covid-19 em apenas um dia. A cada minuto, cerca de 3 vidas foram perdidas pela doença e pelo descaso do governo Bolsonaro na gestão da crise."



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários