Autuações foram feitas em estabelecimentos do Rio de Janeiro
Divulgação
Autuações foram feitas em estabelecimentos do Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro continua em recesso forçado de dez dias para cumprir as medidas restritivas de combate à Covid-19 , mas as fiscalizações mostram que muitos estabelecimentos não cumprem as regras. Nos cinco primeiros dias do " feriadão ", de 26 a 30 de março , a prefeitura registrou 5.098 autuações entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias: média de mil por dia.

Nesse período, cerca de 371 multas foram aplicadas só para bares, restaurantes e ambulantes, além da interdição de 48 estabelecimentos que descumpriam as determinações atuais.

Na terça-feira, dia 30, o quinto dia de medida restritiva, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) contabilizou 764 autuações, com três estabelecimentos fechados e 40 multas a ambulantes, restaurantes e bares. Os bairros onde aconteceram as fiscalizações foram em Madureira, na Zona Norte; em Santa Cruz, na Zona Oeste; no Leblon, Ipanema, Flamengo, Botafogo, Laranjeiras e Largo do Machado, na Zona Sul.  

Além disso, a Guarda Municipal atuou em outras partes da capital fluminense, principalmente em bairros onde foram registradas aglomerações e que atendem denúncias feitas para prefeitura através do 1746. Já na orla do Rio, agentes orientaram banhistas a não entrarem no mar, já que está proibido desde o dia 20 de março, e ainda fiscalizaram carros que estacionaram de forma irregular na orla, já que o decreto também proíbe a prática.

Na terça-feira, dia 30, foram multados 155 veículos. O patrulhamento também foi reforçado nas estações do BRT, com equipes atuando para coibir aglomerações e a ocorrência de calotes. Ação acontece nos três corredores do sistema, Transcarioca, Transolímpica e Transoeste.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários