Anúncio de vacinação a professores e policiais em SP desagrada governadores
Agência Brasil
Anúncio de vacinação a professores e policiais em SP desagrada governadores

O governador de São Paulo , João Doria (PSDB), anunciou na tarde desta quarta-feira (24) que o estado iniciará a imunização dos profissionais de saúde e de segurança pública. O fato gerou irritação entre os demais governadores, que acusaram o tucano de agir de maneira ' isolada '. As informações são da jornalista Camila Mattoso .

Políticos argumentam que a decisão cria pressão - dos setores de educação e segurança pública - de outros estados sobre os governadores locais. Os questionamentos dos governadores a João Doria se inicaram no grupo de WhatsApp minutos após o anúncio.

Questionamentos

João Azevedo (PSB), governador da Paraíba , disse que os pedidos por uma coordenação nacional é uma bandeira geral e que "se cada estado entender que tem que fazer caminhos próprios , imagina a confusão que isso vai gerar."

Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul; Rui Costa ( PT), da Bahia; Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo; e Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, também questionaram João Doria.


Segundo o governo paulista, a imunização de policiais começará no próximo dia 5 de abril. Professores poderão ser vacinados a partir de 12 de abril.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários