Garoto de 22 anos é a primeira vítima em São Paulo da falta de leito de UTI
Reprodução/redes sociais
Garoto de 22 anos é a primeira vítima em São Paulo da falta de leito de UTI

A cidade de  São Paulo registrou a sua primeira morte em decorrência da falta de leitos de UTI e a informação foi confirmada pelo prefeito Bruno Covas nesta quinta-feira (18). Trata-se de Renan Ribeiro Cardoso , de 22 anos de idade. A informação é do portal G1 .

Renan deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento ( UPA ) de São Mateus, na zona leste paulistana, no último dia 11 de março. Sua situação era considerada grave e uma vaga no Sistema Cross - que controla as vagas disponíveis no SUS - foi acionado .

O rapaz teve uma piora no seu quadro e a solicitação no Cross foi atualizado para urgente . Renan chegou a ser internado no dia 13, mas foi intubado e teve uma parada cardiorespiratória em seguida.


Você viu?




Maria de Jesus Ribeiro Andrade, a mãe de Renan, falou em entrevista que "não deu tempo por falta de socorro . Por falta de oxigênio , o meu filho não está aqui".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários