Prefeitura de São Gonçalo fecha casa de show com mais de mil pessoas
Reprodução/ TV Globo
Prefeitura de São Gonçalo fecha casa de show com mais de mil pessoas

Na noite de domingo (07), a prefeitura de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro , interditou uma casa de eventos clandestina após flagrar cerca de mil pessoas aglomeradas  em local enquanto acontecia um show de pagode. As informações foram apuradas pelo G1. 

Um bar na mesma localidade também estava aberto e lotado, e foi notificado por estar funcionando e descumprindo ao decreto que determina que bares e restaurantes devem fechar às 18h. Medidas para amenizar a proliferação do novo coronavírus devem ser levadas em consideração até o dia 11 de março. 

De acordo com a prefeitura de São Gonçalo, as autoridades chegaram ao local por volta das 21h e além de estar aberto em horário proibido , o imóvel se encontrava irregular, não tinha alvará de funcionamento e nem licença para realizar qualquer tipo de evento. 

O encarregado pelo local “Resenha do VH”, que alugou o imóvel, foi multado e o local interditado pela prefeitura. Multidão foi orientada a dispersar e nenhum incidente foi registrado. 

Bairros como Campo Grande, zona oeste e Vista Alegre, na zona norte, foram alguns locais do Rio que também foram registrados flagrantes de desrespeito às novas medidas impostas para diminuir contaminação da covid-19. Em Campo Grande, cerca de 20h, uma multidão fazia uma festa no meio da rua na Estrada do Encanamento, em Santa Margarida. De acordo com moradores locais, evento acontece de maneira recorrente e também atrapalha o trânsito da região. 

Acontecendo no mesmo horário, em Vista Alegre, foi registrada aglomerações nas calçadas em região onde é localizada os polos gastronômicos. Uma viatura Polícia Militar é avistada durante momento do flagrante. Em Nova Iguaçu, a aglomeração aconteceu na Praça do Catatau, no Centro. Por voltas das 16h a estrutura foi montada e foi enchendo ao longo da noite. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários