Farmacêutica chinesa CanSino busca negociar vacinas contra Covid-19 com o Brasil
Reprodução: iG Minas Gerais
Farmacêutica chinesa CanSino busca negociar vacinas contra Covid-19 com o Brasil

A farmacêutica chinesa CanSino se reuniu com representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, nesta segunda-feira (08), para que a vacina 'Convidicea' seja aplicada ao processo regulatório brasileiro.

Segundo o órgão regulatório nacional, "os técnicos esclareceram que, para avaliar uma vacina, é necessário que a Agência tenha acesso a todos os dados brutos e disponíveis sobre o produto no momento da análise".

O pedido de uso definitivo ou emergencial ainda não foi entregue pela farmacêutica, que apresentou 65,7% de eficácia em casos sintomáticos contra a Covid-19 e 90,98% em quadros graves.


A China, Malásia, Indonésia, Paquistão e México já autorizaram o uso da 'Convidicea' para uso emergencial. A técnica de uso da vacina é a de vetor viral, assim como as vacinas produzidas pela Johnson & Johnson, Sputnik V e Oxford AstraZeneca.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários