João Doria (PSDB)
Agência Brasil
João Doria (PSDB)

João Doria (PSDB), foi cobrado por outros governadores a respeito da entrega de vacinas CoronaVac do Instituto Butantan ao Ministério da Saúde. Segundo o ministro Eduardo Pazuello, o Butantan deve entregar 9,3 milhões de doses do imunizante em fevereiro. Somadas às 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca importadas da Índia, o governo pretende distribuir 11,3 milhões de vacinas aos estados este mês.

O Ministério da Saúde culpa o Butantan pelo atraso na entrega das vacinas. O Instituto se defende, afirmando que o desgaste entre o governo federal e a China é o principal responsável pelo atraso. Em nota, o Instituto afirmou ser “inacreditável que o Ministério da Saúde queira atribuir ao Butantan a responsabilidade pela sua completa falta de planejamento”.

O impasse entre o governo federal e o Instituto Butantan causou desconforto entre os governadores. Em grupo de WhatsApp, Doria foi cobrado. O governador de São Paulo pediu que os colegas não acreditassem nos bolsonaristas, e que entenderiam todos os detalhes após pronunciamento oficial. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários