Leitos de UTI
Agência Brasil
Leitos de UTI

A Justiça do Paraná tornou réu por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, na última quarta-feira (17) dois médicos acusados de negligenciar atendimento a um idoso de 66 anos com suspeita de ter contraído o  novo coronavírus (Sars-Cov-2) no município de Cantagalo, no Paraná.

A vítima, identificada como João Batista Lima Coutinho procurou atendimento em uma unidade Básica de Sáude ( UBS ) três vezes entre os dias 24 e 25 de junho do ano passado, com sintomas persistentes característicos da Covid-19 , como febre, tosse, falta de ar e dores de cabeça.

Segundo o Ministério Público , o médico Elzio Teixeira Machado, de 69 anos, agiu "de forma negligente, por omissão, deixando de observar o dever objetivo de cuidado" por não ter seguido os protocolos para diagnosticar casos suspeitos da doença;


“(Elzio) desconsiderou a necessidade de imediato encaminhamento imediato ao Instituto São José, descartou a hipótese diagnóstica de covid-19 sem a realização de exame, ministrando soro sem acompanhamento do paciente, mesmo com o episódio de tosse, dores no corpo, dificuldade respiratória, febre e histórico de visita na unidade", é dito na ação penal.

Você viu?


O idoso só foi internado quando apresentou piora no quadro. Levado ao Instituto São José, o outro médico que é réu , Piero Victor Deki Serur, de 27 anos, também teria agido de forma negligente.

"Ao não verificar a gravidade do seu quadro de saúde ou seus exames, ressalta-se mais uma vez que o denunciado [Piero Serur] manteve o mesmo erro cometido por Elzio ao refutar qualquer hipótese de diagnóstico e tratamento de covid-19, mantendo o tratamento para pneumonia, contribuindo para a morte da vítima", é colocado na denúncia.

Piero alegou que não considerou a possibilidade de diagnosticar o idoso apresentando um quadro suspeito de Covid-19 pelo fato de que na cidade onde ocorreu o caso, Laranjeiras do Sul, não tinha registros confirmados da doença.

Segundo informações encontradas no site da prefeitura de Cantagalo, o médico Elzio Teixeira foi o primeiro a ser vacinado contra a Covid na cidade.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários