Enfermeira Mônica Calazans, do hospital Emílio Ribas
Reprodução/Youtube
Enfermeira Mônica Calazans, do hospital Emílio Ribas

Mônica Calazans , a primeira brasileira a ser vacinada contra a Covid-19 , contou em entrevista à CNN neste domingo (14), que é reconhecida na rua, o que a deixa muito feliz. "Pessoas que me vêem na rua e me reconhecem, por incrível que pareça", disse ela.

Na conversa, ela relatou que foi ao supermercado na manhã deste domingo e uma senhora se emocionou ao vê-la. "Ela encheu os olhos de lágrimas. Ela falou assim: 'é você, então você existe, você está bem! Eu não vejo a hora de tomar [a vacina]'. E a mulher chorava. Um simples ato, de eu tomar a vacina", contou.

Mônica disse que se sentiu muito feliz com isso, porque a aceitação das pessoas em relação à vacinação tem sido boa. "Eu fiquei muito feliz com isso. E aí ela me deixou envergonhada, porque eu estava na fila e ela começou a falar para todo o mundo. A aceitação foi boa, e é isso que me deixa feliz".

A enfermeira , que tomou a segunda dose da vacina na última sexta-feira , conta que se sente aliviada por estar imunizada . Ela fala que os cuidados ainda são tomados, mas que sente que ela e os colegas já trabalham com mais alívio.

Para quem quer sair de casa, principalmente no Carnaval , Mônica pede paciência, e apela para que os cuidados, como uso de máscara, álcool em gel e evitar aglomerações, sejam mantidos. "O mais difícil nós já conquistamos, a ciência já conquistou", disse ela, a respeito da vacina .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários