71% dos brasileitos acreditam que distanciamento social e importante para conter disseminação de Covid-19
Mateus Dantas/Zimel Press/Agência O Globo
71% dos brasileitos acreditam que distanciamento social e importante para conter disseminação de Covid-19

Em meio ao aumento sucessivo na média de mortes por Covid-19 no Brasil , 71% da população do país é a favor da adoção de novas  medidas de isolamento social para conter a disseminação do vírus. É o que mostra um levantamento realizado pelo PoderData  em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Os que são contra são 24%, enquanto 6% não souberam ou não responderam. A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Os dados foram coletados de 2.500 pessoas em 519 municípios, nas 27 unidades da Federação, entre os dias 1 e 3 de fevereiro.

Quem mais é a favor de novas medidas de isolamento:

Você viu?

  • mulheres (75%);
  • pessoas de 25 a 44 anos (74%);
  • moradores da região Norte (88%);
  • os que têm só o ensino fundamental (73%);
  • quem recebe mais de 10 salários mínimos (78%)

Quem mais se opõe a restrições sociais:

  • homens (28%);
  • jovens de 16 a 24 anos (33%);
  • moradores da região Sul (36%);
  • os que têm só ensino superior (28%);
  • os que recebem de 5 a 10 salários mínimos (33%).

Bolsonaristas são os que mais rejeitam restrições

Presidente Jair Bolsonaro
Sergio Lima / divulgação
Presidente Jair Bolsonaro

A pesquisa PoderData mostra que a  rejeição de Bolsonaro às medidas de distanciamento têm influência sobre seus apoiadores.

Entre os que avaliam o trabalho do presidente como “ótimo” ou “bom”, 44% desaprovam as medidas. Outros 52% são a favor.

No grupo dos que acham Bolsonaro “ruim” ou “péssimo”, a taxa dos que apoiam o distanciamento é de 86%. Só 10% são contra.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários