carro destruído após o acidente
Reprodução
As câmeras de segurança flagraram o momento do acidente

Em Santos , no litoral de São Paulo , um motorista embriagado  atropelou quatro pessoas da mesma família na Vila Mathias. As vítimas conversavam enquanto estavam sentadas na mureta de um córrego quando o veículo bateu em uma caçamba de lixo, perdeu a direção e avançou sobre a família. As informações são do portal  IstoÉ .

As câmeras de segurança flagraram o momento do acidente . Segundo o jornal, o vídeo mostra um carro brando em alta velocidade atingindo a caçamba e avançando sobre as vítimas. Nas imagens, ainda é possível ver o motorista e o passageiro saindo do veículo pela janela, já que o automóvel caiu em um córrego.

As testemunhas informaram que o motorista apresentava sinais de embriaguez e havia garrafas de bebidas dentro do carro. O homem deixou o local do acidente e não prestou socorro à família atropelada.

Uma das vítimas, Agda, de 72 anos, foi parar debaixo do carro e foi retirada com a ajuda de moradores. A mulher quebrou o braço e a perna, e permanece internada na Santa Casa de Santos.

Juliana, de 21 anos, também foi atropelada . Ela teve um fratura no tornozelo e já deixou o hospital. "A gente tinha acabado de almoçar, foi coisa de minutos, foi o tempo de eu correr e o carro acaba acertando a gente. Foi um susto muito grande. Uma tristeza que eu não consegui salvar o menino", disse ela.

Além das duas mulheres, ficaram feridos Enzo, de 2 anos, e uma menina de 12 anos. Junto com a idosa, o bebê e a jovem também continuam internados no mesmo hospital.

Uma testemunha, que não quer ser identificada, afirmou que ouviu um estrondo no momento da colisão. "Quando eu saí, já tinha tudo acontecido. O carro já tava dentro do canal em cima da senhora, o bebê dentro do canal, a menina caída de um lado e a outra caída do outro. Foi tudo muito rápido", disse à Record TV .

A família cobra por justiça e espera que o motorista seja identificado e preso pelo crime.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários