O Governo Federal determinou que quatro ministérios, a Secretaria-Geral da Presidência, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica e outras sete agências reguladoras irão adotar o regime de teletrabalho, mesmo após o fim da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Dessa forma, mais de 40 mil funcionários irão manter o expediente em casa.

A medida de teletrabalho valerá para o Ministério da Economia , Ministério da Cidadania, Ministério do Desenvolvimento Regional e Ministério de Minas e Energia, além da Secretaria-Geral da Presidência. 

A determinação também vale para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Agência Nacional de Mineração (ANM), Agência Nacional das Águas (ANA), Agência Nacional do Cinema (Ancine) e Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O Governo Federal afirma que o teletrabalho facilita a entrega de resultados dos servidores públicos, aumentando a eficiência dos setores. Os profissionais terão o direito de decidir entre regime parcial ou integral no cumprimento do plano. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários