Crime é o segundo envolvendo ataques à faca contra mulheres neste final de ano
Reprodução
Crime é o segundo envolvendo ataques à faca contra mulheres neste final de ano

Uma mulher foi morta a facadas na frente das quatro filhas na madrugada desta segunda-feira (28) na cidade de Três Corações, em Minas Gerais . A vítima, que identificada como Camila Miranda Bandeira, de 32 anos, já havia denunciado o companheiro em maio após um episódio de agressões. Segundo a Polícia Civil, porém, ela não quis atendimento médico, não representou queixa e não pediu medida protetiva.

O crime se soma a outros seis casos de feminicídio praticados por maridos, namorados ou ex-companheiros neste final de ano. Dos sete crimes, dois foram cometidos a faca e na frente dos filhos, sendo que o outro foi  o caso da juíza Viviane Vieira do Amaral, de 45 anos, que foi atacada pelo ex-marido na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ela foi atingida com 16 facadas , segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML).

Além dessa mais recente ocorrência em Minas Gerais, os demais assassinatos foram em Santa Catarina, onde foram registrados dois dos feminicídios, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

O crime aconteceu na casa da família, na frente das quatro filhas do casal, todas menores. Ainda de acordo com a polícia, o motivo seria ciúmes.

A delegada responsável pelas investigações, Hipólita Brum de Carvalho, da Delegacia de Mulheres de Três Corações, afirma que a discussão começou por causa de um celular.

"O autor, desconfiando que a vítima o estava traindo, tomou seu celular. Alterado, o homem a agrediu e a matou na frente das quatro filhas do casal", afirmou a delegada. O homem foi localizado pela Polícia Militar em uma rodovia e foi preso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários