idosos internados covid-19 manaus
Reprodução
Idosos diagnosticados com Covid-19 são isolados em uma sala com um corpo em Manaus

Idosos diagnosticados com Covid-19 foram gravados em uma sala junto de um corpo de outro paciente que faleceu e foi retirado só depois de 13 horas. O caso aconteceu nesta sexta-feira (18), no Hospital João Lúcio, em Manaus, capital amazonense.

"Olha o absurdo onde colocaram o meu pai aqui no João Lúcio. E ainda tem um morto aqui desde a madrugada, um morto aqui. Um descaso", disse Miriam Barros, filha de um dos  internados com Covid-19 que aparecem no vídeo feito por ela.

Na sala, pelo vídeo feito por Miriam, aparecem três doentes, sendo um deles o pai dela, Olavo Barros, além do cadáver, envolto em um saco plástico e colocado sobre uma maca. A vítima, cujo corpo demorou 13 horas para ser retirado da sala, é um homem de 78 anos, que deu entrada no hospital às 22h43 da última quarta-feira (16). O vídeo foi feito na sexta.

No início da tarde de sábado (19), faleceu o pai da mulher que fez o vídeo denunciando o "descaso" do hospital. Olavo Barros tinha 90 anos. A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) disse por meio de nota que lamenta o ocorrido e vai apurar a situação para determinar responsabilidades.

O caso acontece em um momento em que o governo amazonense anuncia a reabertura de novos leitos clínicos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Até esta sexta-feira, 5.049 já haviam morrido de Covid-19 no Amazonas , e mais de 500 permaneciam internados com a doença. Em todo o estado, foram registrados até sexta 189.812 casos.

"A direção da unidade esclarece que o caso foi uma situação pontual e que os pacientes que aparecem nas imagens aguardavam remoção para a unidade de referência em atendimento à Covid-19 em uma sala separada dos demais usuários do hospital, para evitar riscos de contaminação. No mesmo dia os pacientes foram transferidos para uma outra enfermaria", disse a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários