Secretário estadual de Saúde, o governador de SP (centro) e o diretor do Instituto Butantan exibem caixa da vacina
Divulgação/Governo de São Paulo
Secretário estadual de Saúde, o governador de SP (centro) e o diretor do Instituto Butantan exibem caixa da vacina


No fim desta quarta-feira, o Instituto Butantan disse ter proposto, ao Ministério da Saúde, a  distribuição da vacina CoronaVac a partir de janeiro. A produção das doses acontece em parceria com o laboratório chinês Sinovac, ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Vale lembrar que, anteriormente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ordenou o cancelamento da aquisição das 46 milhões de doses.


Você viu?

Porém, o governo federal optou por manter o acordo com o Governo do Estado de São Paulo.  



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários