Lhamas foram os astros do casamento de Lívia Nunes
Reprodução/Instagram
Lhamas foram os astros do casamento de Lívia Nunes

O casamento da filha do fundador da rede de lojas Ricardo Eletro , Lívia Nunes, foi marcado por aglomeração e falta de cumprimento de isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Lívia se casou no último sábado (12) com o piloto de Stock Car e herdeiro da Cimed, Adibe Marques, mas a cerimônia não chamou atenção somente pelo desrespeito às regras sanitárias. Um casal de lhamas foi levado ao local e uma delas ficou um véu de noiva na cabeça.

Em fotos publicadas nas redes sociais, os convidados também mostraram um "kit farmacêutico" dado como presente. Dentre os itens contidos no pacote estavam dipirona, filtro soltar e um lubrificante, todos fabricados pela Cimed.

Empresário responde por crime

O empresário Ricardo Nunes, fundador da rede Ricardo Eletro, foi denunciado pelo Ministério Público (MP) pela suposta prática de crime de apropriação indébita tributária, entre maio de 2016 e novembro de 2019.

Ele e outras pessoas teriam utilizado a empresa para apropriação de aproximadamente R$ 120 milhões. Esse valor é devido ao estado de Minas Gerais.

Além de Ricardo, um diretor da rede também foi denunciado. Em novembro deste ano, eles já foram denunciados pelo mesmo crime, mas pelo período de entre 2012 e 2017.

O fundador da rede é alvo de investigação e operações desde julho, quando chegou a ser preso. O empresário, que também é investigado por lavagem de dinheiro e associação criminosa, teve o patrimônio de R$ 60 milhões em imóveis sequestrados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários