Região em que Brenda Micaela Arguello González, de 6 anos, foi atingida por disparos.
Reprodução
Região em que Brenda Micaela Arguello González, de 6 anos, foi atingida por disparos.

Duas crianças brasileiras foram atingidas por tiros de fuzil durante atentados na fronteira do Paraguai com o Brasil, onde há a guerra de facções pelo controle do narcotráfico. Uma das meninas morreu e a outra teve parte do nariz arrancado. As informações foram dadas pelo G1 .

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai , as meninas brasileiras moravam do lado paraguaio da região de fronteira. Brenda Micaela Arguello González, de 6 anos, teve parte do nariz arrancado após ser atingida por três tiros de fuzil.

O episódio aconteceu enquanto ela brincava na frente da própria casa, no último dia 20, em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a Ponta Porã (MS). Brenda foi ferida no momento em que um homem teria sido alvo de um atentado. Ele foi morto por tiros de fuzil e pistola.

Alcidez Gonzalez, pai de Brenda, disse que a filha está em casa e se recupera bem. Ela ficou um período internada em um hospital de Dourados (MS) e passou por uma cirurgia para recuperação do nariz . Um dos três projéteis ficará alojado no corpo da menina de seis anos.

A segunda vítima tinha 9 anos e foi morta junto com o próprio pai na última sexta-feira (4), no município de Zanja Pytá. Eles foram atingidos enquanto estavam dentro do carro. A mãe também estava no veículo e ficou ferida. Os atiradores ainda não foram identificados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários