Estufa tinha estrutura feita especialmente para o cultivo do entorpecente
Reprodução
Estufa tinha estrutura feita especialmente para o cultivo do entorpecente

Marcelo Marinho de Noronha , delegado da 1ª classe da Polícia Civil do Distrito Federal, foi preso na sexta-feira (4) em uma plantação de maconha . A investigação de tráfico de drogas é conduzida pela Corregedoria-Geral da corporação.

Noronha foi flagrado com diversas espécies de sementes e mudas, além de plantas já desenvolvidas, em um lote no Distrito Federa l. O espaço contava com estrutura de iluminação e estufa para condicionamento da planta.

Além do delegado, também foram presos a esposa e dois filhos , identificados como Teresa Cristina Cavalcante Lopes, Marcos Rubenich Marinho de Noronha e Ana Flavia Rubenich Marinho de Noronha, respectivamente. A audiência de custódia dos suspeitos deve ocorrer neste sábado (5/12).

Entre o material apreendido, após autorização judicial, estão vasos plásticos, 24 plantas grandes que eram cultivadas em tambores, 105 mudas de plantas pequenas , que estavam em recipientes pequenos, e aparentavam ser maconha. Além de 14 luminárias com extensão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários