autor de estupro coletivo em queimadas - paraíba - Eduardo dos Santos Pereira
TV Paraíba/Reprodução
autor de estupro coletivo em queimadas - paraíba - Eduardo dos Santos Pereira


Um dos responsáveis pela " Bárbarie de Queimadas " - um estupro coletivo que terminou com a morte de duas  mulheres -, o detento Eduardo dos Santos Pereira, que cumpre pena de 106 anos pelo crime violento, fugiu na noite da última terça-feira (17) da Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu de Abrantes, em João Pessoa, na Paraíba.


Segundo o secetário executivo da Administrção Penitenciária, João Paulo Barros, o dentento escapou por um portão lateral que leva ao almoxerifado. A fuga teria ocorrido entre 19h e 20h. Logo após a identificação do desaparecimento, os quatro policiais responsáveis pela vigilância da área foram levados para a Centra da Polícia para prestar esclarecimentos. 

Segundo informações apuradas pelo G1 com o delegado da Polícia Civil responsável pelo caso, Isaías Gualberto, um dos policiais foi autuado por facilitação culposa - que significa que não houve intenção de ajudar o detento - e foi liberado. As câmeras de segurança do presídio serão utilizadas na investigação.

Eduardo segue foragido e a polícia não possui informações do seu paradeiro. Ele cumpre pena de 106 anos e 4 meses de prisão por dois homicídios, formação de quadrilha, cárcere privado, corrupção de menores e porte ilegal de arma, além de cinco estupros e lesão corporal de um dos adolescentes envolvidos no estupro coletivo.

Ele também é um dos membros do grupo que estuprou 5 mulheres durante uma festa de aniversário, em 2012. Após o crime, duas mulheres foram assassinadas, a Isabella Pajuçara e a Michelle Domingos, por terem reconhecido os criminosos. Além de Eduardo, outros 6 homens e 3 adolescentes foram condenados. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários