Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se manifestou hoje (10) em seu twitter sobre o discurso feito hoje por Bolsonaro (sem partido) em evento de retomada do Turismo no Brasil,  quando afirmou que o Brasil precisa "deixar de ser um país de maricas" e sobre ameaças de Biden,  dizendo que  “Depois que acabar a saliva tem que ter pólvora."

“Entre pólvora, maricas e o risco à hiperinflação, temos mais de 160 mil mortos no país, uma economia frágil e um estado às escuras. Em nome da Câmara dos Deputados, reafirmo o nosso compromisso com a vacina, a independência dos órgãos reguladores e com a responsabilidade fiscal”, escreveu Maia

“E a todos os parentes e amigos de vítimas da covid-19 a nossa solidariedade”, completou o presidente da Câmara.

O presidente da câmara já havia falado sobre o silêncio de Bolsonaro em relação à vitória de Biden. Maia, aliás, foi a primeira autoridade brasileira a cumprimentar o democrata pela vitória.

“A vitória de Joe Biden restaura os valores da democracia verdadeiramente liberal, que preza pelos direitos humanos, individuais e das minorias. Parabenizo o presidente eleito e, em nome da Câmara dos Deputados, reforço os laços de amizade e cooperação entre as duas nações”, disse à ocasião.

    Veja Também

      Mostrar mais