colégio adventista
Reprodução
Durante aula, professora diz que em muitas vezes mulheres são culpadas por estupro: ‘Por que provocar os homens?’

Uma professora de um colégio adventista de Abadiânia, no entorno do Distrito Federal, afirmou, nesta quarta-feira (4), que, em muitos casos, a própria mulher é culpada pelo estupro que sofreu. A fala da professora foi dada durante uma aula online para alunos do 8º ano do ensino fundamental.

A declaração foi dada quando alunos debatiam temas sobre violência sexual com a professora. Em determinado momento da discussão, a docente dispara uma série de opiniões em que atribui à mulher a culpa por um estupro. Inclusive, pela roupa que usa.

"Em muitas das vezes, a mulher é culpada pelo estupro, de alguma coisa nesse sentido. (...) Por que a mulher tem que ficar provocando o coitadinho do homem?”, disse a professora. 

Em outro momento da aula, ela dispara: "Pode colocar um shortinho, um biquíni na praia. Agora você vai andar pelada na rua, chamando atenção dos homens? Se o homem olha, você ainda vai falar: Ele é um tarado", afirmou.

A direção da escola informou que não compactua com qualquer opinião de cunho pessoal de seus funcionários que atribua à vítima culpa por ação criminosa. Após a fala da professora gerar muita revolta, o colégio afastou a docente da função.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários