Sala de aula do ensino médio
Divulgação
Sala de aula do ensino médio


O secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Vitor Godoy, defendeu nesta terça-feira (27) que o Fundeb , fundo que financia a educação básica , seja regulamentado "no início de novembro", sob risco de os recursos não chegarem a estados e municípios em janeiro de 2021. O alerta de apagão, em caso de demora do Congresso em aprovar lei que detalhará o funcionamento do novo fundo, já havia sido feita nos bastidores.


"O interesse do governo nessa urgência , dessa discussão e aprovação da regulamentação (do Fundeb), agora no início de novembro, decorre apenas e exclusivamente da necessidade que temos de fazer todas essas alterações nos sistemas e demais procedimentos operacionais. Caso contrário nós teremos muita dificuldade de colocar de fato os recursos do Fundeb na ponta ainda em janeiro", afirmou Godoy.

Você viu?

Godoy falou durante evento virtual sobre a regulamentação do Fundeb promovido pelo deputado Felipe Rigoni (PSB-ES), indicado relator da matéria na Câmara. O fundo, com novas regras, foi aprovado em agosto deste ano, mas passará a valer a partir de 2021. Falta agora detalhar em lei as diretrizes, critérios e conceitos técnicos que envolvem a contabilização e repartição dos recursos.

Em setembro, o governo já havia pedido ao Congresso que aprovasse a regulamentação até fim de outubro . Como o prazo não será cumprido, fala-se agora em "início de novembro".

A maior preocupação é que não haja "tempo hábil" para fazer os ajustes e adequações necessárias nos sistemas para operacionalizar os repasses. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao MEC, e a Secretaria do Tesouro Nacional precisam se preparar para viabilizar as transferências a partir de janeiro de 2021.

dois projetos de regulamentação do Fundeb — um na Câmara e outro no Senado. O governo aposta no texto da Câmara como o que andará mais rápido. No entanto, nenhum dos dois projetos começou a tramitar de fato.

Rigoni, que relatará o tema na Câmara, tem dito que pretende entregar o texto em meados de novembro . Ele fará um ciclo de debates sobre a regulamentação para finalizar seu texto. O encontro virtual desta terça-feira é o primeiro deles.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários