cruz
Reprodução Redes Sociais
Grupo escalou a cruz da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria, no município de São Bento do Sul, em Santa Catarina, e causou indignação nos fiéis.


Um grupo de três pessoas causou indignação na cidade São Bento do Sul, em Santa Catarina, por conta das fotos que viralizaram nas redes sociais com o grupo  "escalando" uma cruz localizada na frente da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria. A Polícia Civil iniciou uma investigação para identificar os envolvidos.


A página no Facebook da Polícia Militar de Santa Catarina(PM) publicou que recebeu uma denúncia por vilipêndio público de objeto de culto religioso na manhã de quarta-feira (21). O padre responsável pela paróquia também acionou a PM pedindo para que medidas fossem tomadas, pois os fiéis estavam indignados com a ação.

A PM registrou a queixou e publicou nas redes sociais que "encaminhou o Boletim de Ocorrência para a Polícia Judiciária para eventual apuração do crime e de seus autores." "O entendimento da PM é que ação se enquadra nos crimes contra o sentimento religioso e que está previsto no Código Penal Brasileiro, em seu art. 208, e que prevê como pena detenção, de um mês a um ano, ou multa. Ou seja, os autores vilipendiaram publicamente objeto de culto religioso e que é o simbolizado pela cruz que possui grande significado para os católicos", publicou a PM.

    Veja Também

      Mostrar mais