festa
Reprodução Instagram
Balada Treta desrespeita protocolos de segurança e dono discute com denunciantes nas redes sociais


A casa de shows e balada " Treta Bar ", em São Paulo, foi alvo de denúncias de desrespeito aos protocolos de segurança e saúde pública determinados por lei. Nos vídeos divulgados nas redes sociais, é possível observar centenas de pessoas sem máscara s e muito próximas umas das outras.


A capital está na fase verde do "Plano São Paulo" desde o dia 9 de outubro, mas impede que os estabelecimentos gerem aglomeração e que os usuários não utilizem máscaras nas dependências do comércio. Baladas e casas de shows ainda estão impedidas de operar normalmente na cidade de São Paulo. A prefeitura abriu uma exceção para que esses locais funcionem como bares e restaurantes.

O banner de divulgação da festa, realizada no último domingo (18), das 15h às 23h, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, menciona a obrigatoriedade do uso de máscara, medição da temperatura corporal, presença de totens de álcool em gel e capacidade reduzida para garantir o distanciamento entre os frequentadores. No entanto, é possível observar o espaço lotado .


Alguns usuários decidiram se manifestar marcando o perfil da balada no Instagram e denunciando as transgressões no Twitter. O dono da casa, Guilherme Acrízio, não recebeu bem as críticas feitas ao seu estabelecimento e iniciou discussões online com, pelo menos, dois usuários que não aprovaram a realização da festa.

Em uma das respostas, Acrízio diz: "se te incomoda fica em casa querido". Em outro print, ele ironiza as reclamações de um dos denunciantes: "já trocou sua máscara...já fez alguma ação solidária na sua vida...madre tereza da hipocrisia".


O professor de direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Thiago Amparo, foi um dos publicou os vídeos da aglomeração no Twitter, onde escreveu: "E a balada TRETA que acontecendo neste momento em Pinheiros (SP), está lotada e está sendo divulgada no próprio Instagram deles? Pode Bruno Covas e João Doria? Pode PM São Paulo?". Amparo ainda mostrou que a mesma festa foi realizada no Rio de Janeiro.

O próprio perfil da balada no Instagram, com o usuário @tretafesta e mais de 74 mil seguidores, publicou um vídeo do evento em que na maior parte do tempo são filmados os artistas no palco - sem a utilização de máscara -, mas é possível ver em alguns momentos a estrutura do estabelecimento completamente ocupada, seja nos camarotes ou na pista de dança.

Procurados pela reportagem do iG em suas redes sociais, Guilherme Acrízio e os administradores do perfil da "Treta Festa" no Instagram não se manifestaram até o fechamento desta reportagem.

    Veja Também

      Mostrar mais