.
Reprodução
Flordelis e o marido


A deputada federal Flordelis , apontada pelas investigações da Polícia Civil e do Ministério Público estadual como mandante do assassinato do próprio marido , pastor Anderson do Carmo, voltou a publicar em sua rede social declarações ao ex-companheiro.


O crime aconteceu em 16 de junho do ano passado, e, desde então, no dia 16 de cada mês, Flordelis usa sua página para escrever dedicatórias a ele. A parlamentar nega todas as acusações contra ela.

No post, a deputada federal, que após decisão da Justiça, agora usa tornozeleira eletrônica , diz que ela e Anderson "eram iguais" e diz sentir falta do marido e se queixa de "tudo de ruim que estão fazendo" com ela. Confira:

"Dizem que o tempo cura tudo...

Essa frase não está tendo efeito algum na minha vida. Quanto mais o tempo passa, mais eu sofro e sinto a sua falta.

Não sei explicar a dor que eu sinto todos os dias. Sei que nada vai ser como era antes, mas você foi extremamente importante na minha vida, foi tão especial que não consigo explicar como é viver sem a sua presença.

Com você me sentia segura e plena. Nós éramos iguais, assim como estamos nessa foto, agarrados um ao outro.

Sinto falta do seu sorriso, sinto sua falta quando ouço nossas músicas preferidas, quando ligo a tv... Sinto falta de ouvir a sua voz, dizendo: vamos ver um filme! Sinto sua falta o tempo todo, principalmente agora, por tudo de ruim que estão fazendo comigo.

Tem dias que não dá nem pra cantar, pra nem mesmo levantar da cama, mal consigo respirar...

Mas, haja o que houver, não vou te esquecer, você deixou memórias que são impossíveis de serem apagadas. Podem falar o que quiserem, sei que a verdade é uma só - eu sempre te amei demais e vou continuar te amando" .

    Veja Também

      Mostrar mais