bolsonaro
Reprodução
Fux decide que recurso sobre depoimento de Bolsonaro será julgado nesta quinta

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, marcou para esta quinta-feira (8) o julgamento do recurso apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro para prestar depoimento por escrito, e não presencialmente. A data foi marcada a pedido do ministro Celso de Mello, relator do inquérito aberto no STF para investigar se Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal (PF).

Na semana passada, Celso de Mello retirou o pedido da AGU do plenário virtual, onde começaria a ser julgado na última sexta (2), e abriu prazo para que a defesa do ex-ministro Sergio Moro apresentasse manifestação sobre o recurso do governo.

Os advogados de Moro apresentaram argumentos sobre o tema nesta segunda (5). Com isso, o tema foi liberado por Celso de Mello para ir a julgamento. O relator também autorizou que a PF prorrogue as investigações por mais 30 dias.

Ao deixar o cargo de ministro, Moro afirmou que havia sofrido pressão de Bolsonaro para alterar o comando de superintendências da Polícia Federal e para compartilhar relatórios de inteligência da corporação. O inquérito aberto no STF apura se as declarações de Moro são verdadeiras.

    Veja Também

      Mostrar mais