Pedestres circulando pela Av. Paulista em meio à pandemia de Covid-19
Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo
Estudo analisa discrepância de mortes por Covid-19 entre brancos e negros


Na cidade de São Paulo , 60% das pessoas mortas pela Covid-19 são negras. Segundo o Instituto Pólis, que realizou a pesquisa, o índice aponta para grande diferença de número de mortes entre população branca e negra devido ao novo coronavírus.



A pesquisa foi realizada entre os meses de março e julho. De acordo com o instituto, a taxa de mortalidade da Covid-19 para pessoas brancas era de 175 por 100 mil habitantes. Para pessoas negras , este número cresce para 150 por 100 mil.

À coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo , a instituição também pontuou que mulheres negras são as que morrem mais.

A cidade de São Paulo registra 140 mortes por Covid-19 de mulheres negras a cada 100 mil habitantes. Enquanto isso, o índice para mulheres brancas é de 85 por 100 mil.

Ao jornal, os pesquisadores pontuaram que o estudo avaliou todos os dados de acordo com uma padronização de indicadores de mortes. Assim, foi possível traçar um perfil mais fiel das vítimas da Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários