crime
Reprodução
Mario Peixoto, preso desde maio por suspeita de pagar propina


O Tribunal Regional Federal do Rio negou , na noite desta sexta-feira (14), um pedido de habeas corpus ao empresário Mario Peixoto.

Ele está preso desde maio por suspeita de pagar propina em troca de contratos com o governo desde 2012.


O esquema teria sido iniciado ainda na gestão de Sérgio Cabral .

    Veja Também

      Mostrar mais