covid
REPRODUÇÃO G1
Flávia teve alta depois 50 dias internada


Flávia Carvalheiro de Mello, de 58 anos, foi homenageada pela equipe médica e pelos profissionais da saúde da Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba após ter passado 50 dias internada e ter sofrido duas paradas cardiorrespiratórias, duas pneumonias e uma traqueostomia durante o tratamento contra a Covid-19 (Sars-cov-2).


Flávia recebeu alta nesta semana. Os profissionaisnque trabalham no hospital e os familiares de Flávia fizeram uma homenagem com balões e aplausos no corredor, enquanto ela passava de cadeira de rodas rumo à casa depois de quase 2 meses internada. 

Flávia é empresária, mãe de três filhos e residente de Sorocaba. Quando a prefeitura autorizou a retomada do comércio, Flávia reabriu a ótica e semanas depois foi infectada, conforme a filha contou em entrevista ao G1. Segundo a garota, a dona da ótica estava a imunidade baixa o que pode ter afetado na recuperação da doença. 

Nos dois meses de internação, Flávia acabou perdend o movimento das pernas mas deve começar o tratamento de fisioterapia em breve. A empresária ficou sabendo que estava com Covid-19 no dia 15 de junho, após ter os primeiros sintomas que foram cansaço e dor de garganta. 

O quadro de Flávia não melhorava, por isso procurou um hospital particular que detectou durante uma tomografia que 25% do pulmão da mulher já estava comprometido. A situação se agravou rapidamente e Flávia foi internada na UPH da Zona Leste, em Sorocaba. No dia 27 de junho foi entubada no Hospital de Campanha de Sorocaba e encaminhada para a Santa Casa da Misericórdia de Sorocaba. 

A comerciante ficou entubada por 17 dias, período em que sofreu duas pneumonias. Após a desintubação, Flávia passou por tratamento psicológico e recebeu apoio da assistente social do hospital. A alta foi registrada no dia 10  de agosto. 

    Veja Também

      Mostrar mais