Alexandre Baldy
Reprodução/Facebook
Alexandre Baldy

O pedido de prisão do secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, feito pelo Ministério Público Federal (MPF) à Justiça Federal aponta que Baldy recebia a propina em espécia da Organização Social Pró-Saúde em encontros feitos dentro de restaurantes e hotéis, segundo divulgou a revista Veja.

O MPF indica que no depoimento dos empresários ligados à instituição que delataram eles afirmaram que os pagamentos a  Baldy ocorreram em São Paulo, no restaurante tradicional Parigi, e em Brasília, no Hotel Brasília Palace.

Alexandre Baldy, que já foi ministro e deputado federal pelo estado de Goiás, foi preso na manhã desta quinta-feira (6) em operação da polícia após investigações no Rio de Janeiro.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários