Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro
Agência Brasil
Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro

O governo do presidente  Jair Bolsonaro  (sem partido) deve publicar uma portaria que permite a entrada de estrangeiros no Brasil que apresentem teste negativo para a Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo , a decisão vale para o transporte aéreo durante o período de calamidade pública decretado por conta da pandemia. Nesta quarta (29), o  Brasil chegou à marca de 90 mil mortes pela doença, com 2.552.265 pessoas infectadas.

O decreto deve ser publicado do Diário Oficial da União desta quinta-feira (30) e vai ser uma portaria assinada por vários ministros. A nova regra ainda determina que os estrangeiros vão precisar ter seguro de saúde para entrar no País.

Apesar da flexibilização, a autorização, porém, será válida para apenas alguns aeroportos nacionais. Aeroportos como os de Rondônia, Piauí, Tocantins, Paraíba e Rio Grande do Sul devem continuar fechados. Todos esses lugares ainda apresentam sinais de que a Covid-19 ainda não começou a regredir.

No início da julho, uma portaria restringia a entrada de passageiros de qualquer nacionalidade por meios aéreos e terrestres. Agora, essa nova medida renova a anterior.

A exceção da medida anterior eram para estrangeiros para atividades artísticas, desportivas e de negócios de curto período, sendo que eles podiam entrar apenas pelos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, do Galeão, no Rio de Janeiro, e Juscelino Kubitschek, em Brasília.

As medidas de restrição nos aeroportos passaram a ser adotadas pelo governo brasileiro desde março na tentativa de conter o agravamento da pandemia no País.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários