manifestantes de máscara em selfie
Reprodução/EPTV
Manifestantes em ato que pede reabertura de setores comerciais considerados como não essenciais


A prefeitura de Campinas, interior de São Paulo, amanheceu nesta quinta-feira (23) com  protesto por pedido de reabertura de trabalhadores e empresários setores considerados não essenciais. Estavam presentes trabalhadores e empresários dos setores de bares, restaurantes, salões de beleza e hotéis.


A cidade é uma das áreas na Fase 1- Vermelha do Plano São Paulo - ou seja, a mais restritiva. Por este motivo, alguns desses setores só poderão reabrir na Fase 3 - amarela.

Enquanto trabalhadores estão com medo de serem demitidos durante a pandemia do novo coronavírus , empresários afirmam que não conseguem crédito para manterem os estabelecimentos fechados.

O protesto, segundo a Guarda Municipal, foi feito de forma pacífica. Os guardas tentavam evitar aglomerações e garantir distanciamento social entre os manifestantes.

A prefeitura de Campinas afirmou em comunicado que tem tentado negociar e solucionar os obstáculos de empregados e empresários deste setor.

    Veja Também

      Mostrar mais