Última tentativa de Carlos para emplacar um projeto de lei foi em setembro de 2019.
Reprodução
Última tentativa de Carlos para emplacar um projeto de lei foi em setembro de 2019.

Pela primeira vez em 2020, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) aprovou uma lei na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O filho do presidente entrou como coautor em um projeto de lei elaborado pela colega de partido, Tânia Bastos. A aprovação foi confirmada na última segunda-feira (20). Informação foi dada pelo colunista Chico Alves, do UOL .

A regulamentação que foi aprovada faz com que pessoas com deficiência sejam obrigadas a receber identificação diferenciada ao serem atendidas em unidades de saúde municipais e privadas durante a pandemia de Covid-19.

Antes deste projeto, Carlos só havia colocado sua assinatura em um Projeto de Decreto Legislativo, que é um texto protocolar ratificado por todos os vereadores e que permitia a destinação de dinheiro economizado pela Casa ao combate à pandemia.

Antes disso, a última tentativa de Carlos para emplacar um projeto de lei aconteceu em setembro de 2019. Na ocasião, o vereador propôs que o Rio de Janeiro aderisse à Política Nacional de Alfabetização.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários