Policial
Eduarda Esteves/iG
Policiais Militares de São Paulo usarão câmeras digitais fixadas no uniforme

Representantes da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo participaram, na tarde desta quarta-feira (22), da coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes - que acontece de segunda a sexta-feira para atualizações sobre a Covid-19 no estado - para apresentar os modelos de câmeras que serão fixados nos uniformes da Polícia Militar a partir do dia 1º agosto, no projeto Olho Vivo. 



De acordo com o governador João Doria, que participou do evento, o "as câmeras serão fixadas nos uniformes e acionadas durante ocorrências e qualquer interação com o público". Ainda segundo Doria, "a utilização tem como objetivo inibir eventuais abusos, além de registrar qualquer desacato ou violência contra os policiais". Os aparelhos também serão úteis no registro de provas com valor jurídico. 

"Já obtivemos 585 câmeras que já estão em poder da PM e que começam a ser operadas no próximo dia 1º de agosto. As outras 2,5 mil serão adquiridas num pregão internacional", afirmou Doria. Segundo o secretário de segurança pública, João Campos, o objetivo principal é o cumprimento dos procedimentos operacionais. 

A Polícia Militar de São Paulo tem um efetivo superior a 88 mil homens e mulheres (incluindo o Corpo de Bombeiros), com orçamento anual de R$ 16 bilhões. O edital para obtenção de 2,5 mil câmeras será publicado amanhã (23).

No início do mês, os crimes de violência policial se tornaram assunto no estado após a denúncia de uma abordagem na Zona Sul da capital, onde um policial militar pisou propositalmente o pescoço de uma mulher de 51 anos. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários