Família
Reprodução/redes sociais
Ao todo, 12 pessoas da família acabaram sendo contaminados pelo novo coronavírus

A pandemia do Covid-19 no Brasil, que já ultrapassou a marca de 80 mil mortes , gerou mais um caso de contaminação em massa dentro de um núcleo familiar. Desta vez, 12 integrantes de uma família de São José dos Ausentes, na região leste do estado do Rio Grande do Sul, foram infectados e três acabaram morrendo.

Segundo informações do jornal Zero Hora, as vítimas são Solon Gonçalves Padilha, 88 anos, Leonor Alano Padilha, 84, e um dos filhos deles, Odilon Alano Padilha, de 58. O casal era morador da cidade, enquanto o filho residia em Gramado.

Tudo teve início com a internação de Odilon, que foi encaminhado ao hospital no último dia 7, após a confirmação positiva para o novo coronavírus (Sars-Cov-2). Já no dia seguinte, os pais também tiveram que ser internados.

Em entrevista, uma das netas do casal informou que eles já haviam procurado atendimento cerca de uma semana antes da internação, mas tiveram o diagnóstico negativo e foram liberados. Ela acredita que a doença possa ter se espalhado entre os familiares por conta do rodízio que era feito entre os filhos, que se revezavam para cuidar dois pais idosos .

Solon foi o primeiro a morrer, ainda na última quinta-feira (16). Três dias depois, no domingo (19), foram registradas as mortes de sua esposa e do filho, o único que não tinha comorbidades. 

Ainda de acordo com a publicação, o secretário de Saúde da cidade, Fabio Gelson Williges, afirmou que todas as pessoas que tiveram contato com a família foram localizadas e orientadas a buscar assistência caso apresentem algum tipo de sintoma relacionado a Covid-19 .

    Veja Também

      Mostrar mais