Respirador é o principal equipamento usado em pacientes com a Covid-19
Agência Brasil
Respirador é o principal equipamento usado em pacientes com a Covid-19

Uma carga de cinco respiradores avaliada em R$ 250 mil foi apreendida na tarde desta segunda-feira (13) pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Os equipamentos foram roubados na madrugada da última sexta em Ribeirão das Neves, cidade que fica na região metropolitana de Belo Horizonte . O estado é um dos que  mais sofre com a falta de equipamentos e testes.

De acordo com informações da corporação, a carga partiu de Serra, no Espírito Santo, e tinha como destino Cuiabá, no Mato Grosso.

Na ação do roubo, que foi por volta das 2h, o veículo que estava transportando os aparelhos foi cercado por outros três carros. Quando o veículo parou, oito homens fizeram a abordagem do motorista e o mantiveram como refém até que o crime fosse concluído.

Com base no depoimento da vítima, a equipe da Delegacia Especializada em Investigação e Repressão ao Furto, Roubo e Desvio de Carga, do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), iniciou as investigações.

Na apuração, as autoridades chegaram à conclusão que os suspeitos deixaram a carga em uma estrada vicinal entre Belo Horizonte e Santa Luzia, na mesma região, onde o material foi apreendido. O objetivo seria despistar a polícia.

De acordo com o delegado César Matoso, a PCMG já tem pistas dos carros usados pelos bandidos e trabalha em suas identificações. "Estamos, neste momento, no encalço dos criminosos, que ainda estão em posse do veículo da vítima", disse.

A suspeita é que os envolvidos sabiam do conteúdo da carga, já que o veículo que a transportava era de pequeno porte e não chamava atenção. "Por se tratar de respiradores, equipamentos que atualmente têm uma grande procura, o valor econômico desse tipo de material no mercado é muito alto. Isso poderia ter despertado o interesse deles", afirmou Matoso.

    Veja Também

      Mostrar mais