Sara Winter
Reprodução/Instagram/Sara Winter
Sara Winter está presa há 10 dias.

Após ficar 10 dias presa, a militante bolsonarista e líder do grupo " 300 do Brasil ", Sara Winter , poderá deixar o presídio utilizando uma tornozeleira eletrônica. A decisão foi tomada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) no final da tarde desta quarta-feira (24).

Além de utilizar a tornozeleira, Sara Winter deverá manter a distância de, no mínimo, 1 km da sede do STF e do Congresso Nacional. Ela deve deixar a Penitenciária Feminina do Distrito Federal, conhecida como Colmeia, nas próximas horas.

Sara foi presa no último dia 15 em decorrência do inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. Ela está isolada em uma cela da Colmeia para garantir a preservar sua integridade física. 

    Veja Também

      Mostrar mais