tráfico
Polícia Civil
No local, os policiais apreenderam a arma usada no tiroteio, drogas, celulares e munição de um revólver, que não foi localizado na casa


Um menino, de apenas 10 anos, foi baleado nesta terça-feira (10), ao ser usado pelo padrasto como "escudo humano", durante uma troca de tiros entre o suspeito e a polícia no Litoral Norte de Santa Catarina.

Confira também: 

O caso aconteceu durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão. Segundo a Polícia Civil, os agentes seguiram até o endereço do suspeito, quando o homem - sob investigação por tráfico de drogas - abriu a janela e começou a atirar . Os policiais revidaram, até que ouviram uma mulher gritando de dentro da casa que havia sido baleada

Eles pararam de atirar e começaram a negociar com o suspeito. Em seguida, eles viram que o homem carregava o menino na sua frente, enquanto se movia para outro cômodo. Para a Polícia Civil, ele usava a criança, que é seu enteado, como "escudo humano".

O suspeito acabou saindo da casa, mas entrou em luta corporal com os agentes. Ele foi imobilizado, levado para a delegacia e autuado por tentativa de homicídio. 

Já o menino, atingido no braço, e a mãe, atingida no braço e na perna, foram levados para o hospital local e passam bem

Na casa do suspeito, a polícia ainda encontrou drogas, celulares e munição de um revólver, que não foi localizado na casa.


    Veja Também

      Mostrar mais