avião levanta voo em dia nublado
Agência Brasil
Anac e Anvisa garante que aviões têm tecnologia capaz de renovar o oxigênio em voos a cada três minutos


Nesta terça-feira, 19, novas medidas de segurança a serem implementadas em aeroportos e aeronaves do Brasil foram divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Regras visam combate à Covid-19 .

Entre os novos cuidados, estão o uso de Equipamentos de Proteção Individual ( EPIs ) pelos comissários e pilotos, desinfecção de locais de maior movimentação e avisos sonoros em voos.

Leia também: Não há recomendação para fechar portos e aeroportos, diz ministério

Ainda segundo as novas medidas, é recomendado que voos nacionais suspendam o serviço de bordo e faça a divisão de desembarque por setores para evitar aglomeração. Se o serviço de bordo for mantido, as embalagens devem ser higienizadas antes de irem para o passageiro.

O uso de máscaras e o distanciamento social de dois metros já eram regras em vigor para passageiros. Além disso, a Anac e a Anvisa afirmam que aeronaves de companhias brasileiras são habilitadas com tecnologia purificadora de ar.

Segundo as agências, essa tecnologia renova o oxigênio de dentro das aeronaves a cada 3 minutos, eliminando 99,7% de partículas por vez.

    Veja Também

      Mostrar mais