Índices de isolamento tem ficado abaixo do recomendado por autoridades nos últimos dias
Agência Brasil/Rovena Rosa
Índices de isolamento tem ficado abaixo do recomendado por autoridades nos últimos dias

A Câmara Municipal de vereadores de São Paulo aprovou nesta segunda-feira (18) um projeto de lei que antecipa os feriados de Corpus Christi e de Consciência Negra para esta semana com objetivo de aumentar as taxas de isolamento social na capital paulista durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). A medida foi aprovada pelos parlamentares em sessão extraordinária por 34 votos a favor e 12 contra.

De acordo com o PL, o feriado de Corpus Christi, que originalmente é no dia 11 de junho, será nesta quarta (20). Enquanto isso, o da Consciência Negra, que é no dia 20 de novembro, será transferido para quinta (21). Na sexta-feira (22) será declarado ponto facultativo na cidade.

Leia também: "São Paulo não recebeu um único respirador do Ministério da Saúde", afirma Doria

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), a ideia é aumentar o isolamento por meio de um "feriadão". "Teríamos aí um período de quarta, quinta, sexta, sábado e domingo onde a gente poderia atingir os índices que nós atingimos no dia de ontem, domingo, quando nós tivemos 56% de isolamento social aqui na cidade", disse Covas em coletiva antes da aprovação do projeto.

O governador  João Doria (PSDB) também anunciou nesta segunda que vai encaminhar à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei para antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25). A medida vai ampliar um feriado prolongado na capital paulista de cinco para seis dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários